Abridor de garrafa .50mm

Mais um estiloso abridor de garrafas, uma bala de calibre .50 mm para fã de tiroteios (nos cinemas e nos videogames, que fique bem claro) nenhum botar defeito!

Custa U$ 19,90 na Vat19.com. [Foolish Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #102

Tenho uma grande admiração pelo trabalho feito pelo Edu Falaschi, seja no Angra ou em sua banda solo Almah. Além de ser um grande vocalista e compositor, Edu é uma pessoa muitíssimo carismática, e por isso conquistou e continua conquistando tantos fãs mundo afora. No Brasil, ficou ainda mais conhecido quando fez a música de abertura de Cavaleiros do Zodíaco, intitulada Pegazus Fantasy, que sempre é pedida pelo público em todos os shows que realiza.

Hoje com 3 discos lançados, sendo o Almah (2006), Fragile Equality (2008) e Motion em 2011, a banda tem feito muitos shows em todo o Brasil e no exterior para divulgação desse último álbum. Muito sucesso para você, Edu!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #101

Graças à incompetência e aos serviços mal prestados da Net, quase que o Sexta é dia de Rock de véspera de natal 2011 não sai. Mas como a persistência é o segredo do sucesso, gloriosamente a tradição será mantida.

Para manter o nível de comemoração de festas de fim de ano, preparei um vídeo para entrar de cabeça no clima. É uma música da banda de Prog Metal Savatage, intitulada Christimas Eve / Sarajevo, porém executada pela Trans-Siberian Orchestra, em um belíssimo vídeoclip . Merry Christimas for you all!


Coloquei o vídeo incorporado do Metacafe, pois o do Youtube está com a incorporação desativada. Caso você queira assistir o vídeo oficial do Youtube, que está com uma qualidade bem superior, segue o link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=MHioIlbnS_A&ob=av3n

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #100 - Especial 30 anos de Metallica

É isso ai, chegamos ao Sexta é dia de Rock número 100! Isso significa que foram 100 semanas seguidas trazendo o melhor do Rock'n Roll e do Metal para os leitores do Voadora na Jugular, 99 bandas diferentes - sim, 99 porque apenas uma vez eu repeti uma banda, e isso foi lá no início quando as idéias ainda estavam se firmando - e muita coisa legal para quem curte música de qualidade.

Para a 100ª edição, vou sair um pouco do formato padrão, afinal, trata-se de uma postagem especial, não é? Pra começar, pela primeira vez o nome da banda apresentada veio no título. Em segundo, estou repetindo pela segunda vez uma banda, afinal, eles já estiveram por aqui no Sexta é dia de Rock #16. Terceiro, não postarei apenas um vídeo, mas sim vários de duas noites muito especiais. E completando a quebra de protocolos, irei postar vídeos filmados à partir de câmeras amadoras, e sem edição alguma, coisa que nunca havia feito aqui, pois sempre faço questão de escolher vídeos editados ou oficiais, sejam de clipes ou de shows. Mas infelizmente, não consegui encontrar nenhum vídeo especial desse show tão magnífico que foi a comemoração dos 30 anos do Metallica!

Isso mesmo! No últimos 9 e 10 de dezembro, o Metallica fez um show muitíssimo especial, com participações de ex-integrantes como Jason Newsted, Ron McGovney e Dave Mustaine - sim, ele próprio que fundou o Megadeth após ter sido expulso do Metallica - além de grandes músicos que também fizeram parte da história do quarteto, Ozzy Osbourne, Geezer Butler, Rob Halford e Bob Rock.

Dave Mustaine, que não tocava uma música do Metallica com o Metallica desde 1983 subiu ao palco e tocou um total de 5 músicas, todas compostas no período em que ele esteve no grupo e que foram lançadas no Kill'em All. Abaixo, eles estão tocando Phantom Lord.


Além de Dave, tivemos também Jason Newsted, participando em Whiplash que, aqui entre nós, sempre foi infinitamente melhor ao vivo com Jason soltando seus urros.


O príncipe das trevas Ozzy Osbourne e Geezer Butler, baixista original do Black Sabbath também fizeram um belo trabalho. Aqui eles participam em Iron Man (também participaram e Sabbra Cadabra nessa noite)


O deus do Metal, Rob Halford também estava presente, quebrando tudo em Rapid Fire!


Também tiveram nesse especial 2 músicas inéditas, Rebel of Babylon e Hell and Back, que eu achei bastante fraquinhas, afinal, Metallica bom é o Metallica antigo. Então para fechar, mais uma antiga, Fight Fire with Fire, com Jason soltando seus urros novamente! Pra fechar quebrando tudo!


Bookmark e Compartilhe

Vodca e vinho oficiais do Motörhead



O rei do Metal Lemmy Kilmister, conhecidíssimo por suas bebedeiras e jeito, merecia ter suas próprias bebidas alcoólicas levando o nome de sua banda.

Motörhead Shiraz e Motörhead Vödka, nomes dados ao vinho tinto e à vodca respectivamente, são feitos com ingredientes selecionados e engarrafados em estilosos recipientes levando a logomarca do trio mais pesado e beberrão do mundo.

Juntamente, foram lançados também os copos, cálices, taças e porta-copos, todos levando a identidade da banda.

Para saber mais sobre as bebidas, visite o site oficial Motörhead Beverages. Para fãs do Motörhead e de uns bons drinks. [via Bebida Liberada]


Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #99

Muitas bandas de qualidade não chegam ao sucesso mundial. É o caso do Jag Panzer que, apesar de fazer um ótimo Heavy Metal, ter surgido em um dos países que mais possuem bandas de Metal mundialmente famosas (Estados Unidos) e já estar na estrada há quase 30 anos, ainda não alcançou o mainstream, ficando mais no meio underground.

Mas esse fato não tira mérito algum da banda, afinal, Heavy Metal de verdade, com força e pegada, é o que eles fazem de melhor!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #98

Alternative Metal nunca foi o meu estilo, mas nada me impede de curtir Faith no More - banda que é tida como a criadora desse estilo que mistura Heavy Metal com batidas de Hip Hop - devido à sua originalidade e manutenção das raízes do Rock'n Roll.

A trupe liderada por Mike Patton tem um estilo único de fazer músicas sobre temas das ruas, como violência, brigas e intolerância, temas que são sempre discutidos tando dentro do Metal quanto do Hip Hop. O Faith no More fez muito sucesso durante o final dos anos 80 e início dos anos 90, tendo encerrado em 98 e voltado agora em 2009, fazendo inclusive shows no Brasil, como no festival SWU. Fuck you Slipknot, Limp Bizkit e Linkin Park! Faith no More rules!

Bookmark e Compartilhe

Tem um lugar na minha parede para esse poster de Smurfs zumbis

Gargamel que nada! A maior ameaça para a vila dos Smurfs é um ataque zumbi. E não se esqueça do protocolo: mire na cabeça e não erre!


A imagem é um poster de 31,75 x 47 cm vendido pelo site americano 604 Republic, e custa U$ 6,95. Há também camiseta e baby look, por U$ 21 cada. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Avental de cozinha do Dexter

Eu tenho uma pequena coleção de aventais de cozinha aqui em casa. Devo ter cerca de 4 ou 5, alguns promocionais que ganhei e alguns que comprei. Mas esse avental inspirado na série do serial killer mais querido da TV Dexter bem que merecia entrar para a minha coleção.



Não irá te ajudar a fatiar a carne em pedacinhos precisamente menores, mas com certeza trará um estilo mais mortal para seus momentos de chef. [That's Nerdalicious]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #97

Dia de clássico! Talvez uma das bandas mais influentes para o Rock'n Roll de todos os tempos, o Led Zeppelin foi e ainda é inspiração para quem quer fazer música de qualidade.

A qualidade musical de John Bonham, Jimmy Page, Robert Plant e John Paul Jones, assim como a inovação musical que criaram, é surpreendente. Tanto que clássicos como Black Dog, Rock'n Roll, Kashmir e Stair Way to Heaven são músicas amadas até os dias de hoje.

Bookmark e Compartilhe

Agora sim, uma guerra de travesseiros de verdade!



Brincar de guerra de travesseiros com a namorada com essas almofadas com formatos e desenhos de armas ninja, medievais, granadas e sabre de luz nunca mais será a mesma coisa. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #96

Apesar de levarem o mesmo nome, existe uma diferença considerável entre o Thrash Metal americano e o Thrash Metal alemão. Enquanto o Thrash americano mantém um pouco mais de melodia, o Thrash das terras européias tem uma pegada ainda mais agressiva, chegando muito próximo ao Death Metal. Aqui no Sexta é dia de Rock, já postamos algumas bandas exemplo do Thrash da turma do Tio Sam, como Megadeth, Slayer e Metallica. Agora é a vez dos europeus, com o Destruction.

Formado em 1982 e tendo seu primeiro disco lançado em 85, o Destruction é até hoje um dos maiores nomes do Thrash da terra natal do Papa, fazendo suas músicas recheadas de críticas a religiões e política. Uma banda que vale à pena ser apreciada por aqueles que curtem um Metal bem agressivo (como eu nos dias em que chego em casa estressado com o trabalho).

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #95

O nome Vhäldemar pode parecer um nome de pedreiro ou caminhoneiro aqui no Brasil, mas na Espanha é o nome de uma banda de Power Metal de ótima qualidade. A banda existe desde 1999, mas nesses doze anos lançou apenas 3 discos. Uma pena, pois a banda tem um enorme talento e fazem músicas muito empolgantes, com o vocal rasgado de Carlos Escudero e as guitarras fortes de Pedro Monje e Aitor Lopez.

O trabalho mais recente do Vhäldemar é o disco Metal of the World, que é também o nome da música do vídeo dessa semana no Sexta é dia de Rock. Curtam!

Bookmark e Compartilhe

Guia definitivo para terminar Mega Man 2

Esse guia é batata! Não tem como falhar. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #94

Diversas bandas mudam seu estilo durante o decorrer de suas carreiras, como eu já disse aqui no Sexta é dia de Rock antes. Uma dessas bandas é o Therion, banda sueca que iniciou tocando Death Metal e atualmente se enquadra na categoria de bandas de Heavy Metal Sinfônico.

Eu, particularmente, conheço pouco sobre a carreira da banda. Me ative em conhecer mais o disco Vovin, de 1998, durante minha adolescência. Mas isso não quer dizer que a banda não tenha um bom trabalho, afinal, o Therion é muito querido no mundo todo e possui muitos fãs.

Bookmark e Compartilhe

Vai um biscoitinho de Halloween?



Sim, são biscoitos com geléia! E parecem deliciosos, huuuum! [Nerdelicious]


Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #93

Após o fim do Pantera, os irmãos Dimebag Darrel e Vinnie Paul seguiram em frente longe de Phil Anselmo, fundando o Damageplan. A banda mantinha o estilo pesado e agressivo da guitarra e bateria da dupla, mas com uma pegada mais "modernizada", seguindo um pouco tendências de Nu Metal que populavam o mundo do Heavy Metal nesse início dos anos 2000. Mas ainda tinha muita coisa que tornou o Pantera uma das maiores bandas dos anos 80 e 90.

Infelizmente, o fim do Damageplan foi trágico: em dezembro de 2004, um maluco fanático pelo Pantera invadiu o palco durante um show e, para vingar-se de Darrel por ter acabado com as atividades de sua banda favorita, atirou no guitarrista e após foi morto por seguranças. Dime, como era chamado carinhosamente pelos fãs, não resistiu aos ferimentos. Foi uma grande perda para o Heavy Metal, pois Darrel tinha um estilo inconfundível e único de tocar sua guitarra, e que deixou muitas saudades para os fãs e apreciadores de seu trabalho.

Bookmark e Compartilhe

Estilingue humano: você arriscaria?

Já que os pássaros de Angry Birds podem ser arremessados por um estilingue, por que um ser humano não poderia?

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #92

Mais um Sexta é dia de Rock dedicado ao Thrash Metal americano. Já passaram por aqui Megadeth, Anthrax, Metallica e Slayer, maiores expoentes do estilo. Agora é a vez do Agent Steel, que não chega a ser tão conhecido quanto o "big four", mas que não deixa de ser uma excelente banda por isso.

Formada em 1984 por John Cyriis e Chuck Profus, vocalista e baterista respectivamente, o Agent Steel lançou seu primeiro disco Skeptics Apocalypse em 85. Depois, lançou apenas mais 4 discos, sendo o último em 2007, após indas e vindas da banda. Para aqueles que ainda não conhecem, mas curtem o estilo, vale à pena uma conferida!

Bookmark e Compartilhe

Duelo de ninjas

Para quem curte ninjas e stop motion: esse vídeo perfeito foi feito com 2 bonecos ninja, muita paciência e criatividade.

Bookmark e Compartilhe

Baralho com cartas inspiradas no mundo de Zelda


Essa obra prima, que trás os personagens de símbolos do mundo de Zelda para um set de cartas de baralho foi feito por um cara chamado Nelde, e pode ser encontrado em sua página do DeviantArt. Fantástico!

[Nerd Approved Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #91

O MonsteR é mais uma banda brasileira que produzia um Heavy Metal de altíssima qualidade. Lidarada por Paul X, o power trio de São Paulo agitou o cena do metal nacional no início dos anos 2000, fazendo muitos shows nos bares e casas do país afora.

Foram lançados 3 discos independentes, e 2 singles, sendo o último single em 2007, onde as letras das músicas eram em português - os discos anteriores tinha letras em inglês - e talvez isso tenha causado uma certa insatisfação por parte dos fãs e a banda tenha sumido. É uma pena, pois o MonsteR fazia músicas muito boas e tinha tudo para se tornar um grande nome, até fora do país, algum dia.

Há um bom tempo não vejo notícia alguma da banda. Torço para que eles estejam fazendo trabalhos tão bons quando os que foram produzidos no MonsteR.

Bookmark e Compartilhe

Abridor de garrafa com formato de dentes de vampiro



Abridores de garrafa legais sempre terão lugar aqui no blog. Esses têm formato de dentes de vampiro, não do vampirinho purpurina, mas sim daqueles que a gente usava para brincar quando era criança.

Esse abridor custa U$ 10,00 no Boing Boing.

Bookmark e Compartilhe

Dois leitores de disquetes tocando a Marcha Imperial de Guerra nas Estrelas

O que fazer com aqueles drives de disquete de 1,44 Mbytes, tão inúteis nos dias de hoje? Programá-los para tocar a Marcha Imperial dos filmes Guerra nas Estrelas, filmar e colocar no Youtube! [Oh! Girzmo]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #90

Mais uma banda que marcou a história do mundo do Metal no Sexta é dia de Rock. O Venom surgiu no final da década de 70 e em 81 lançou seu debut intitulado Wellcome to Hell. Logo no ano seguinte, lanço aquele que seria um disco que definiria uma nova direção para o Heavy Metal: Black Metal.

Apesar de tocarem um estilo bastante diferente do Black Metal (na verdade o Venom é classificado como uma banda de Heavy/Speed Metal), esse disco inspirou e inspira até hoje muitas bandas desse estilo, principalmente na Europa. Os vocais guturais de Cronos e as letras com temas obscuros foram a faísca inicial, para que então daí surgissem outras bandas como Immortal, Dimmu Borgir, Burzum, Mayhem e outras. Prova de que uma boa inspiração pode resultar em um trabalho para mudar o rumo da situação.

Bookmark e Compartilhe

Vem aí Need for Speed: The Run

Fãs de carrões e games de corrida esperam, todos os anos, o lançamento de uma nova versão de Need for Speed. A versão de 2011 será intitulada The Run e será lançada no dia 18 de novembro. Mas, até lá, os fãs americanos mais ansiosos poderão baixar o demo à partir de 18 de outubro, e escolher entre pilotar uma Lamborghini Gallardo LP550-2 Valentino Balboni ou um Porsche 911 Carrera S 2012 (esse segundo apenas se indicar um amigo para também baixar a demo).

Pelo que pude entender de acordo com o vídeo, o estágio liberado nessa demo tem como missão cruzar os Estados Unidos de litoral oeste a litoral leste, bem no estilo Cruisi'n USA dos Arcades e Nintendo 64. Mais interessante que as pistas de fórmula turismo e fugir da polícia como nas versões anteriores.

Bookmark e Compartilhe

Gatos, a substituição ideal para falta de cerveja

Não tem dinheiro para comprar uma cerveja pra galera acompanhar o futebol. O que fazer? Arranjar um gatinho para acariciar, oras!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #89

Um pub, um pequeno palco com uma banda e uma cerveja gelada. Combinação perfeita para uma sexta-feira! Com vocês, Mr. George Thorogood & The Destroyers tocando Bad to the Bone!

Bookmark e Compartilhe

Uma noite dedicada ao Heavy Metal no Rock in Rio


Um dia totalmente dedicado aos amantes do Heavy Metal no Rock in Rio. Muitas bandas nacionais e internacionais fazendo música de qualidade para centenas de milhares de fãs fiéis ao estilo. Preferi acompanhar tudo do conforto de minha casa, assim como fiz em 2001, afinal, a máxima daquela piada ainda vale: quando se é jovem, tem-se tempo e empolgação, mas falta o dinheiro. Quando adulto, tem-se dinheiro e empolgação, mas falta o tempo. Quando velho, tem-se dinheiro e tempo, mas falta a empolgação. Em 2001 me faltava o dinheiro, agora, em 2011, me faltou o tempo. Espero que no próximo Rock in Rio, meu problema não seja a empolgação.

Tudo começou no Palco Sunset, um palco alternativo montado bem próximo ao palco principal, onde os shows começam bem no começo da tarde e vão até o sol se por. O Matanza abriu a tarde, acompanhado do B Negão (de quem eu nunca havia ouvido falar antes). Em seguida, veio o Korzus, mais um grande nome do Heavy Metal brazuca no exterior, que trouxe ao palco grandes nomes do Punk Rock mundial, como Jello Biafra do Dead Kennedys e João Gordo do Ratos do Porão.

Depois da apresentação do Korzus, veio o primeiro momento pelo qual eu esperava ansiosamente: a apresentação do Angra ao lado de Tarja Turunen, ex-Nightwish e, na minha opinião e de muitos outros, a melhor vocalista feminina do mundo. A banda abriu com a primeira faixa do novo disco Arising Thunder, com seu refrão marcante, mas que perdeu toda sua força com o péssimo som que era produzido pelo tal Palco Sunset. Além do mais, o vocalista Edu Falaschi não estava em seus melhores dias, desafinando durante as próprias músicas durante praticamente todo o tempo. Seguiram com grandes clássicos da banda como Angel’s Cry, Nothing to Say e Lisbon até finalmente chamarem a finlandesa Tarja ao palco. Em sua primeira participação, ela acompanhou Edu na música Spread Your Fire, do disco de 2004 Temple of Shadows. Em seguida, Tarja cantou sozinha Wuthering Heights, cover de Kate Bush que o Angra gravou com André Matos no seu primeiro disco. Com essa canção, diversas fãs na plateia ficaram bastante emocionadas, tanto com a presença de Tarja Turunen no palco quanto com a bela canção que o Angra já não executava há aproximadamente 15 anos. Finalizando a participação da vocalista finlandesa, ela e Edu cantaram juntos The Phantom of the Opera, com Tarja sendo simplesmente perfeita em sua execução. Após, Edu continuou desafinando em mais algumas músicas do Angra mesmo, até que a tortura finalmente acabou. Infelizmente, o vocalista – que teve sua performance muito criticada no Twitter, por onde eu acompanhava os comentários – estava altamente desafinado, e com o som do palco alternativo não ajudando muito, marcou sua participação no Rock in Rio com uma performance muito abaixo das expectativas.



Após o Angra, quem deveria vir em seguida seria o Sepultura, para fechar o Palco Sunset em grande estilo nessa noite dos headbangers. Mas, aparentemente por problemas técnicos, quem entrou primeiro foi o Glória no palco principal. Debaixo de vaias da galera, tocaram algumas músicas próprias, covers do Pantera e iram caminhando com um sofrível solo de bateria tentando salvar o show, quando a Multishow retornou as imagens para o Palco Sunset, onde o Sepultura iniciava sua participação. Com acompanhamento do Tambours du Bronx, grupo de percussão francês, fizeram ótimas execuções de grandes clássicos, como Refuse/Resist e Sepulnation, assim como músicas do novo álbum Kairos. O som feito pelo Tambours du Bronx se encaixou muito bem às músicas do Sepultura, com seus tambores de lixo que produziam um som muito rústico e pesado. Ótimo show até então, porém a Multishow fez o favor de encurtá-lo para os fãs que o acompanhavam pela TV para passarem a banda Coheen and Cambria, que entrava no Palco Mundo. Isso gerou o questionamento de praticamente todos que acompanhavam o Show do Sepultura, pois a organização deveria ter colocado o quarteto brasileiro no palco principal, e não em um palco alternativo tocando ao mesmo tempo que uma banda praticamente desconhecida como o Coheen and Cambria, que fez um show que não conseguiu animar ninguém.

Depois que o Coheen and Cambria concluiu sua performance completamente sem brilho, chegou o grande primeiro momento do Palco Mundo pelo qual os amantes de Heavy Metal esperavam: Lemmy Kilmister e seus escudeiros Mikkey Dee e Phil Campbell fazendo um show dentro dos padrões do Motörhead, direto, cru e bem executado. Executaram clássicos como Iron Fist, Going to Brazil, Overkill e Ace of Spades, além de músicas de seu mais recente disco The Wörld is Yours. Ao final, Lemmy reclamou de alguns problemas técnicos durante o show que, na minha opinião, não atrapalharam em nada a performance da banda. Afinal, eu já havia sofrido durante toda a tarde com o péssimo som do Palco Sunset.
Depois de alguns ocorridos completamente irrelevantes para a noite do Heavy Metal no Rock in Rio 2011, finalmente o Metallica entra no palco, ao som de Ecstasy of Gold, com a qual a banda sempre abre seus shows. Vieram logo com Creeping Death e For Whom the Bells Tolls, mostrando aos fãs nostálgicos que nada supera os antigos clássicos da banda.



Vou abrir um parêntesis aqui: quando ouvi essas duas músicas sendo executadas, percebi que o show seria bastante parecido, senão idêntico, ao show do DVD The Big Four, DVD esse que possuo e já assisti algumas vezes. Felizmente, houveram algumas diferenças, porém, algumas brincadeiras e interações com a plateia ocorreram exatamente como ocorreu no show em Sophia na Bulgária, cidade onde o DVD foi gravado.

Belas execuções de Fuel, Fade to Black, Wellcome Home (Sanitarium), músicas do novo disco Cyanide e All Nightmare Long, Master of Puppets, Blackned e outras animaram a galera fazendo desse o melhor show da noite, fechando a primeira fase com Nothing Else Matters e Enter Sandman. Como ninguém moveu um dedo do lugar após James Hetfield desejar boa noite, o Metallica voltou ao palco para o encore. Mas só para quem estava lá na Cidade do Rock ou acompanhando na TV pelo canal Multishow, pois quem acompanhava pela Globo teve que ver Zeca Camargo e gravações do show do Motörhead, enquanto era executado o cover do Diamond Head que o próprio Metallica imortalizou Am I Evil?. Em seguida, a banda finalizou com os clássicos de seu primeiro disco Whiplash e Seek and Destroy. Durante essa última música, que é conhecida por todos por seu peso, refrão poderoso e riffs assassinos, enormes balões pretos com o logotipo do Metallica foram jogados ao público, fazendo uma bela imagem para fechar a noite com chave de ouro.



Classifico o show do Metallica como um show perfeito, porém sem muitas surpresas para quem já assistiu ao DVD The Big Four, infelizmente. Como bem disse pelo Twitter o meu amigo Pedro Turambar, assim como o Iron Maiden fez uma noite marcante no Rock in Rio 3, o Metallica deixou seu nome na história do Rock in Rio 4 com essa apresentação, onde tocou praticamente tudo que os fãs que foram lá ou acompanharam de casa queriam ouvir. Só achei que James Hetfield não teve a mesma interação com a plateia da forma que Bruce Dickinson costuma ter. Quem viu o Rock in Rio 3 se lembra de que Bruce brinca, conversa, interage, pede a participação dos fãs durante todo o show. Mas nada que pudesse tirar o valor dessa linda apresentação do Metallica.

Um dia incrível, com ótimas apresentações, tanto no Palco Sunset quanto no Palco Mundo. E por falar em Palco Sunset, o palco alternativo em seus primeiros dias de Rock in Rio 4 nunca teve tantas apresentações. Enquanto nos dias anteriores o público buscava praticamente apenas os shows principais do palco maior, nesse 25/09 o palco alternativo teve um grande destaque. Infelizmente, a qualidade do som não ajudou muito e fez com que vários que estiveram lá questionasses o por quê de bandas como Sepultura e Angra terem tocado com palco e qualidade de equipamentos menor enquanto nomes totalmente desconhecidos como Glória e Coheen and Cambria tocaram num palco maior e com melhor estrutura. Incrível como apenas o dia do Heavy Metal passa por essas experiências. Infelizmente, ainda falta muito para o Rock in Rio ser um Wacken Open Air (se que é um dia será).

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #88

Mais um Sexta é dia de Rock que quase sai no sábado - graças ao álcool. E tome NWOBHM do Angel Witch!

Bookmark e Compartilhe

Frutas caveira

Admiro muito o trabalho desses caras que conseguem fazer esculturas tão perfeitas em materiais tão frágeis quanto as frutas e legumes. Incríveis essas caveiras esculpidas em maçãs, melancia e repolho.


Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #87

Todo mundo tem um clipe musical que trás lembranças de uma boa época de sua vida. Comigo acontece com esse do GRZ, projeto do lendário baixista do Black Sabbath Geezer Butler.

Por volta de 1995, quando a MTV brasileira ainda era um canal sobre música, muitos clipes de Heavy Metal eram apresentados nos programas sobre o estilo. Foi lá que assisti pela primeira vez vídeos de Ratamahatta do Sepultura, Wake Up Dead do Megadeth, Enter Sandman do Metallica, dentre muitos outros, como esse de Drive Boy Shooting do GZR. Lembre-se de que naquela época não existiam Youtube e banda larga.

A época que me é remetida quando assisto a esse clipe era o de uma adolescência onde minhas preocupações eram estudar, jogar videogame e ouvir Heavy Metal. Muito boa fase!


Bookmark e Compartilhe

Um comercial assustador

O melhor comercial de [não vou dizer pra não fazer spoiler] que você certamente já assistiu.

Bookmark e Compartilhe

Videogame para gatos

Quem disse que a recente acessão dos tablets não poderia favorecer também a vida dos nossos amados bichos de estimação? Pois não é que inventaram um game para gatos jogarem no iPad?


Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #86

Na próxima semana, o Heavy Metal novamente invadirá a capital dos mineiros, Belo Horizonte, com Judas Priest e Whitesnake dividindo o mesmo palco no Chevrolet Hall. As duas bandas se apresentarão no dia 13 de setembro às 21 horas.

Esse show vem confirmar Belo Horizonte como mais uma forte capital no circuito das bandas de Heavy Metal que têm passado por aqui na última década. Já tivemos Nightwish, Megadeth, Helloween, Gamma Ray, Heaven and Hell, Deep Purple, Ozzy Osbourne, Iron Maiden e outros grandes nomes. Bom ver que o foco apenas em São Paulo e Rio de Janeiro foi deixado de lado.

Como o Judas Priest já esteve aqui no Sexta é dia de Rock, a vez ficou para o Whitesnake. A turma de David Coverdale já é conhecida dos brasileiros de longa data, já que esteve aqui no primeiro Rock in Rio, el 1985, e também era uma das bandas favoritas dos comerciais de cigarros Hollywood. Muitos são os clássicos dos britânicos, e a banda ainda lançou um novo álbum esse ano, intitulado Forevermore, que dá nome à sua turnê mundial. Bom para os fãs que ainda podem curtir uma grande banda dos anos 80 e que continua fazendo um ótimo trabalho até hoje. Agora, só uma mensagenzinha pro Coverdale: chega de fazer plástica pra tentar disfarçar essa cara amaçada, né!?

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #85

Mais um Sexta é dia de Rock dedicado a um gênio das 6 cordas. Essa é a vez de Marty Friedman, que já deu as caras aqui com o Megadeth e o Cacophony. Com seu jeito pouco usual de segurar as palhetas e uma técnica musical incrível, Marty preferiu seguir sua carreira solo, e faz um sucesso enorme no Japão, onde lança discos novos praticamente a cada ano. Não é à toa que os japas amam esse cara!

Bookmark e Compartilhe

Como um pai nerd acorda seu filho para ir pra escola?


Jogando Doom, claro!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #84

O Sexta é dia de Rock dessa semana trás mais uma banda de nossas terras. Trazendo o sobrenome de seu vocalista/fundador, o Tribuzy pode ser lembrado como a banda que trouxe Bruce Dickinson a Belo Horizonte/MG pela primeira vez. Ele esteve aqui em 2009 durante a turnê Somewhere Back in Time, mas antes disso, em 2005, quando o Chevrolet Hall esteve lotado de fãs que foram conhecer a banda de Renato Tribuzy e, de quebra, ver o eterno vocalista do Iron Maiden (ou seria o contrário?), ele fez seu debut em um palco na terra do pão-de-queijo.

Mas, independente de qualquer crítica em relação ao uso de imagem de outros músicos, não podemos deixar de concordar que Renato Tribuzy é um excelente vocalista. Pena que parece que as coisas não deram muito certo, pois sua carreira ainda se resume ao álbum de estréia Execution, um disco ao vivo e um DVD. Mas um novo disco já está sendo gravado e esperamos que seja algo dígno de firmar o nome do Tribuzy como um dos grandes do Heavy Metal nacional.




Bookmark e Compartilhe

Abra suas garrafas com o martelo do Thor

Vikings e deuses nórdicos com certeza não precisavam abrir garrafas de hidromel para se deliciarem do néctar divino, afinal, todos sabem que o verdadeiro hidromel vem em barris e é bebido em chifres. Mas você precisa abrir suas garrafas de cerveja. Então, por que não abri-las com o mesmo estilo com que o Deus do Trovão abria?

Isso mesmo! Esse abridor de garrafas licenciado pela Marvel Comics tem o formato do martelo Mjölnir de Thor (bom, pelo menos o martelo do Thor dos quadrinhos, pois o da mitologia tem um formato bastante diferente).


Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #83

Há guitarristas que escreveram o seu nome na história: Joe Satriani, Tony Iommi, Yngwie J. Malmsteen, Eddie Van Halen, e também Chris Impelliteri. Esse norte americano, adepto ao mesmo estilo de Metal neo-clássico de Malmsteen é capaz de fazer miséria com as suas seis cordas.

Chris formou a banda que leva seu sobrenome em 1986, financiando o seu primeiro álbum totalmente com dinheiro de seu próprio bolso. E foi um bom investimento, pois o Impelliteri vem fazendo música de qualidade e angariando fãs no mundo inteiro nesses seus 25 anos de existência.

Curtam o som do American High-Speed Neo-Classical Metal do Impelliteri!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #82

Na véspera do Dia dos Pais, o Sexta é dia de Rock que faço essa semana é uma pequena homenagem minha ao meu pai, pessoa de quem eu, certamente, herdei a paixão pelo Rock'n Roll.

Por essa razão, eu fiz questão de escolher uma banda que tanto meu pai quanto eu gostamos, que é o Creedence Clearwater Revival, com o seu Country Rock clássico, e que deixou para a história grandes músicas como Hey Tonight, Proud Mary e Have You Ever Seen the Rain. Além, é claro, de Bad Moon Rising, que é a canção que ilustra esse post.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #81

Essa semana me iterei bastante sobre a mitologia nórdica, graças ao Nerdcast #270, do Jovem Nerd. Eu já conhecia alguma coisa sobre essa cultura tão rica e fascinante, mas foi muito bom ter aprendido um pouco mais sobre ela.

No final das contas, esse assunto acabou inspirando o Sexta é dia de Rock dessa semana, ilustrada pela banda de Viking Metal alemã Rebellion. Nem precisa explicar que suas letras falam sobre sagas heroicas, saques, pilhagem, embarcações e, claro, deuses nórdicos, com uma base instrumental de altíssima qualidade. Curtam o som do Rebellion no Sexta é dia de Rock que marca o post de número 666 do Voadora na Jugular!

Bookmark e Compartilhe

Camiseta: joystick perfeito para a jornada de um gamer


Se você é daqueles jogadores de videogame que passam horas e horas a finco jogando, essa camiseta faz o seu estilo. Sua estampa trás um joystick que é também uma bandeja para fazer uma boquinha enquanto joga. Mas que ideia perfeita! Pena que ninguém ainda - pelo menos até onde eu sei - tenha resolvido investir nessa tecnologia e ela ainda seja apenas uma estampa de uma camiseta bem legal.

Confesso que não sou mais desse tipo de jogadores, mas já tive meus momentos de glória dentro desse grupo há alguns anos atrás, quando ainda não precisava ganhar dinheiro para sobreviver. Se não tivesse, poderia facilmente usar uma camiseta dessas com convicção de que faço parte desse estilo de vida. [That's Nerdalicious]

Bookmark e Compartilhe

O closet do Super Mario

A Nintendo revelou essa imagem exclusiva do closet de seu herói Mario, com detalhes de toda a carreira do encanado bigodudo.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #80

Existem bandas que nasceram para a eternidade: Black Sabbath, Deep Purple, Led Zeppelin... O Uriah Heep é uma banda que faz parte desse seleto grupo, afinal, também está na estrada fazendo música de qualidade desde os anos 70 e continua até hoje.


Com músicas marcadas pela melodia e pela hamonia nos vocais, os britânicos do Uriah Heep inspiraram muitas bandas que viriam a fazer sucesso nos anos seguintes a eles, exatamente como o Sabbath, o Led e o Purple. E é por isso que podemos dizer que essas bandas marcaram seu nome na história do Rock'n Roll para sempre.

Bookmark e Compartilhe

Tabela periódica do Heavy Metal

De AC/DC a Soundgarden. De Angel Witch a Antagonist A. D. Do Alternative ao Viking. Essa é a Tabela Periódica do Heavy Metal!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #79

Joacin Cans é um dos vocalistas de Power Metal mais respeitados em todo o mundo. Pra quem não o conhece, ele é o vocalista da banda sueca Hammerfall. Em seu disco solo, lançado em 2004 e entitulado Beyond the Gates, Cans pode mostrar toda sua técnica e domínio sobre sua voz, assim como suas composições, apesar de não haverem grandes mudanças em relação ao trabalho feito no Hammerfall.

Bookmark e Compartilhe

Caminhonetes Inception


É o DiCaprio dirigindo a maior.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #78

O Sexta é dia de Rock dessa semana está progressivo, com Jorn Lande mais uma vez dando suas caras por aqui. Junto com mais três ex-Yngwie Malmsteen (Jorn também já tocou com o guitarrista virtuoso em shows ao vivo), formaram o Ark, trazendo um Prog Metal de altíssima qualidade técnica, porém, com um diferencial, que é a participação de um vocalista quebrando a monotonia habitual dos solos.

Infelizmente, a qualidade do vídeo não está lá grandes coisas, pois no Youtube não há muitos vídeos do Ark. E não me venham de mimimi por causa da maquiagem que Jorn usa nesse show. Lembrem-se que ele é norueguês, e lá esse tipo de alegoria em bandas de Heavy Metal é muito comum.

Bookmark e Compartilhe

Para mim, todo dia é dia do Rock

Curtindo o Dia do Rock, crianças? Pois saibam que, para mim, todo dia é dia do Rock, e não preciso de data alguma para poder amar o melhor estilo musical do mundo!


"The gods made Heavy Metal,
and they saw that it was good.
They said to play it louder than hell,
we promised that we would."

Bookmark e Compartilhe

{EAV_BLOG_VER:9fb2742f55cc088e}

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #77

No próximo dia 13, será comemorado o Dia Mundial do Rock'n Roll. E como aqui no Voadora na Jugular toda sexta-feira é dia de Rock, nada como comemorar essa data com a banda que melhor representa o nome do Brasil no mundo do Rock'n Roll e do Heavy Metal, o Sepultura. E, logicamente, com uma música da era de ouro da banda, com os irmãos Cavalera quebrando tudo que têm direito. Obliteration of mankind, under a pale grey sky we shall arise!

Bookmark e Compartilhe

Camiseta com mapa-múndi ao estilo Super Mario



Quando eu era criança, o mapa que eu melhor conhecia era o mapa de Super Mario World, com cada uma de suas passagens e mundos secretos. Depois fui pegando intimidade com outros mapas, principalmente jogando War.

O mapa dessa camiseta da Geekologie reúne esses dois mundos em um só, de uma forma genial! Certamente, seria muito mais legal aprender geografia num mundo assim. [Rock'n Tech]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #76

Dark Tranquillity. Death Metal. Poucas palavras. Calculem o quão pesada foi a minha semana.

Bookmark e Compartilhe

Pizza Triforce

Nerd são nerds até na hora de comer!



Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #75

O Black Metal é uma ramificação do Metal que sempre esteve fora dos eixos da mídia, apesar de ser muitíssimo admirado e possuir muitos fãs, principalmente na Europa. Devido às suas temáticas obscuras, muita gente prefere evitar o estilo, mas bandas como Immortal, Dimmu Borgir e Cradle of Filth conseguiram fazer com que o estilo saísse das profundezas e se tornasse um dos mais amados pelos verdadeiros fãs de um Metal bem tocado.

Hoje, festivais na Europa sempre trazem diversas bandas de Black Metal em seus palcos. Afinal, muitos dos expoentes do estilo fazem shows bem produzidos, com passagens teatrais e encenações, que agradam muito. E o Cradle of Filth tem larga experiência nisso, pois leva bastante dos seus clips (que são referência em clips de bandas do estilo) para o palco. Por isso, o Sexta é Dia de Rock dessa semana é dedicado a Dani Filth e sua horda.

Bookmark e Compartilhe

Guarda-chuva com cabo de rifle


Lembra quando criança que você usava o guarda-chuva como se fosse uma arma, de preferência uma escopeta, e fingia atirar nos amigos da escola? Eu sempre fazia isso.

Na semana passada, postei um garda-chuva que pode ser usado dentro da mochila, dispensando as mãos. Hoje, apresento um guarda-chuva com cabo de rifle, que torna a brincadeira citada acima ainda mais realista. Só não deve ser fácil entrar num banco portando um desses. [Foolish Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #74

A França não é um país de grande tradição no meio do Heavy Metal, pois não podemos citar nenhuma banda do país do perfume dentre as maiores e mais conhecidas mundialmente. Mesmo assim, coisa boa é produzida lá, mas apenas não chega a fazer um sucesso significante. Um caso desses é o Heavenly, banda de Power Metal com um som muito competente.

Suas letras falam muito sobre lições de vida e fantasia. As músicas possuem todos os elementos que o Power Metal exige: cozinha rápida, vocais agudos e teclados clássicos. O resultado final agrada bastante aos fãs do estilo. Bem que a França poderia produzir mais bandas assim.

Bookmark e Compartilhe

Uma camiseta para quem adora games e cerveja


A cerveja mais famosa do mundo junto com o golpe de videogame mais famoso do mundo na mesma camiseta. Essa camiseta Heineken Hadouken da Shirtoid é para deixar qualquer fã de Street Fighter e bebedor de cerveja maluco, assim como eu fiquei!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #73

Véspera de dia dos namorados, o Sexta é dia de Rock vem com uma música bem romântica, que remete a uma vida a dois entre um casal que se ama, se valoriza e se respeita muito. Que curte uma vida bem juntinho ao lado do outro, vivendo momentos do mais puro amor e carinho.

Claro que estou falando de Velhas Virgens, do grande Paulão e da Cláudia Lino (hoje substituída pela Juliana Kosso, ou Juju para os íntimos), com suas letras recheadas de sacanagem e do mais puro rock'n roll!

Bookmark e Compartilhe

Guarda-chuvas que mantém as mãos livres


Dia chuvoso e compras de supermercado são duas coisas que certamente não combinam. Você sempre chega em casa todo molhado, pois é impossível segurar o guarda-chuvas e carregar sacolas sem deixar nenhuma gota d'água pingar em você ou nas compras.

Pois seus pacotes de papel higiênico poderão chegar sequinhos em casa, com a ajuda da "The Hands Free Umbrella". Trata-se de uma mochila que esconde um guarda-chuva, e pode ser mantido aberto e protegendo o usuário sem necessidade de uso das mão. Simples e genial! [Oh! Gizmo]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #72

A finlandesa Tarja Turunen é uma das vocalistas de Heavy Metal mais respeitadas em todo o mundo, apesar desse não ser bem esse o seu estilo musical "nativo", já que ela é na verdade uma soprano lírico, ou seja, ela está mais para a música clássica. Em frente ao Nightwish, tornou o nome da banda um dos mais importantes dentro do Heavy Metal sinfônico de 1996 até 2005, quando foi literalmente expulsa da banda, através de uma carta que a imprensa teve acesso antes mesmo que ela pudesse ler.

Porém, Tarja não se deu por vencida, e seguiu sua carreira solo. Afinal, ela tem seu brilho próprio e quem realmente fazia a grande diferença no Nightwish era ela. Já lançou 2 discos de estúdio, que foram muito bem aceitos pelos fãs, sendo o mais recente, What Lies Beneath, lançado em 2010.

Aprecie uma das vozes mais belas (e uma das vocalistas mais belas também) do Heavy Metal mundial!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #71

Muito tem se falado nos últimos dias sobre homofobia. Preconceito, atos hostis e até mesmo tentativas do governo de evitá-la, distribuindo cartilhas nas escolas. Mas essa intolerância é algo que parece não existir no mundo do Heavy Metal, pois se existisse, não teríamos a lenda viva que é Rob Halford entre um dos nomes mais queridos e respeitados da música pesada.

Isso mesmo. Por trás de uma pose de bad boy, jaquetas de couro, motocicletas e uma voz estridente e poderosa existe um gay. Mas isso nunca fez com que os verdadeiros fãs deixassem de admirar o trabalho de Halford, seja no Judas Priest ou em sua carreira solo. Isso prova que, para nós fãs de uma boa música, não importa a orientação sexual dos músicos, mas sim a qualidade de seus trabalhos.

Bookmark e Compartilhe

Pizza: a mais sexy das comidas

Não é à toa que as "histórias" de filmes pornôs costumam iniciar com um entregador ou entregadora de pizza.


[That's Nerdalicious]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #70

Já que o dia do juízo final está marcado para amanhã, nada como celebrar o fim do mundo com um Sexta é Dia de Rock trazendo o apocalipse ao vivo. Pois Live Apocalypse é exatamente o nome do DVD ao vivo do Arch Enemy, banda sueca de Death Metal que trás uma front woman pra marmanjo nenhum botar defeito.

Com sua impressionante voz gutural e um "corpitcho" com tudo em cima, Angela comanda uma das bandas de Death Metal Melódico, mesma categoria em que se enquadram outras como Children of Bodom e Dark Tranquility, mais importantes e conhecidas no mundo todo.

Então, curta o fim do mundo nesse 21 de maio com a trilha sonora certa!

Bookmark e Compartilhe

Mesa de sinuca disfarçada de mesa de escritório



Esse é o tipo de mesa que não poderia faltar na casa, ou no escritório de um homem de respeito. Se não fosse o precinho de £ 12.497, o equivalente a R$ 32.720.

À primeira vista, é uma mesa convencional. Mas se você observar bem, verá que ela possui uma manivela que abaixa um pouco a parte central da mesa transformando-a em uma bela mesa de bilhar!

Com uma mesa dessas na empresa, com certeza você não ficaria tão chateado quando o seu chefe te chamar para uma reunião na sala dele, pois a conversa poderia ter sua tensão reduzida entre uma tacada e outra, e as idéias provavelmente fluiriam melhor, não acha? [Rock'n Tech]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #69

Prog Metal mais uma vez dando suas caras no Sexta é Dia de Rock. Dessa vez, quem mostra toda sua virtuose e técnica é o Symphony X, americanos que já estão na estrada fazendo um belo trabalho desde 1994.

Com suas letras recheadas de mitologia e fantasia, não me surpreende em nada o clip de Set the World Afire, que ilustra esse post, me remeter totalmente ao best-seller nacional A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr.

Bookmark e Compartilhe

Esculturas em bananas

Para um bom artista, não há matéria-prima impossível. Na verdade, quanto mais difícil, mais valor terá a sua arte. Por isso, esses caras resolveram fazer esculturas em bananas! Fantástico! Eles só devem ter o cuidado de verificar se não há nenhum macaco por perto... [That's Nerdalicious]




Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #68

Muitas bandas mudam seu estilo musical no decorrer dos anos, mas nem todas mudam tanto quanto os suecos do Nocturnal Rites. A banda começou sua carreira tocando um pesadíssimo e vigoroso Death Metal, mas depois acabou ficando mais melódico, e hoje faz um Power Metal de ótima qualidade, com um estilo bastante parecido com o das demais bandas de Power européias.

Isso permitiu ao Nocturnal Rites estar entre os maiores nomes do Metal europeu, sendo um nome sempre presente em festivais como o Wacken.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #67

Death Metal no Sexta é dia de Rock. Isso significa que minha semana também foi Death Metal.

Antes mesmo de bandas de Prog Metal fazerem suas composições enormes, cheias de técnicas e tudo mais, Chuck Schuldiner e sua banda Death já demonstravam uma técnica muito diferente das bandas de Death Metal que haviam até então. O Death trazia em suas músicas muita qualidade musical, com elementos vindos do Jazz.

Chuck foi um dos guitarristas mais influentes do Heavy Metal. Sua morte em 2001, devido a um câncer, foi sentida por fãs do mundo inteiro, mesmo aqueles que não curtiam Death Metal, pois, independentemente do estilo musical, a qualidade do compositor, vocalista e guitarrista era admirada por fãs de todos os estilos.

Bookmark e Compartilhe

É um pokéburger!

Temos que comer todos eles!

E pra ajudar a descer, nada como uma pokécerveja. [Nerdalicious]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #66

Uma das bandas brasileiras mais incríveis de Heavy Metal que já surgiram é o Tuatha de Danann (eu só sei como se escreve, por favor, não me peça pra pronunciar). Esses mineiros de Varginha - terra do ET - fazem um Folk Metal de altíssimo nível. Tanto que fazem um enorme sucesso na Europa, onde essa variação de Metal é muito difundida.

Suas músicas, que falam do folclore europeu, recheado de magias e fantasias, são muito alegres e animadas, além de serem muito bem compostas. Quando estamos ouvindo, nos sentimos como se vivêssemos na idade média, e estivéssemos tomando uma cerveja de trigo direto do barril de carvalho numa taberna de um pequeno reino em 1200 D.C., com um bardo tocando seu alaúde e outro sua flauta transversal. Isso devido à riqueza de detalhes que os talentosos músicos do Tuatha dão às suas músicas. Sou capaz de imaginar o quanto eles estudam e pesquisam para serem capazes de fazer um trabalho de tamanha qualidade, sem terem vivido na Europa para poderem ter contato com esse tipo de musica. Por isso, meus sinceros parabéns ao Tuatha de Danann pela sua indiscutível qualidade musical.

Bookmark e Compartilhe

Reclamando pelo que é meu por direito

Sou um usuário adepto do Programa Dotz desde 2002, ou seja, já são 9 anos coletando pontos do programa e trocando por prêmios. Nesse tempo, já troquei dotz por DVDs, vestuários, eletrodomésticos, já fui case do programa, dando meu depoimento falando sobre vantagens de ser um usuário, e sempre falei muito bem para meus conhecidos, recomendando-os a também aderirem.

Quando vou comprar qualquer coisa na Internet, sempre dou preferência para as lojas que me permitam acumular dotz com essa compra. Se essa loja oferece mais pontos por real gasto, então ela entra no topo das favoritas. Foi o que aconteceu em fevereiro, quando precisei comprar alguns livros para a minha esposa usar na sua faculdade. Dei preferência à loja on-line da Livraria Saraiva, já que essa loja oferecia 4 dotz por real gasto.

Fiz 3 compras distintas. Uma no dia 7 de fevereiro, outra no dia 9 e uma última dia 15, pois cada dia a minha esposa chegava com um novo livro que um dos seus professores pediu. Isso totalizou pouco mais de 1.200 dotz a serem depositados em minha conta, que, segundo o Programa Dotz, ocorre em até 30 dias após a compra.

Passados os 30 dias, nada dos pontos serem depositados na minha conta, resolvi entrar em contato com o suporte para verificar o que ocorria. Me pediram um prazo para realizar a análise, e, após alguns dias, recebi o e-mail abaixo:


Como assim? Os procedimentos promocionais não foram concluídos em sua totalidade? Será que eu sou tão idiota que, depois de 9 anos no programa, ainda não sei realizar uma compra via Dotz? Bom, uma coisa eu tenho certeza de que aprendi nesses 9 anos, que é de sempre tirar um print screen da tela de conclusão da compra, para, digamos, me dar respaldo caso algum engano por parte das empresas envolvidas ocorra. Abaixo, os 3 print screens que tirei:

Compra em 07/02/2011

Compra em 09/02/2011

Compra em 15/02/2011

Observem que, destacado com uma borda vermelha, é possível ver que o site confirmou a compra dentro do Programa Dotz. Essas 3 imagens foram enviadas por e-mail para a mesma Ana Carolina Silva do Programa Dotz pudesse solicitar uma nova análise por parte da Saraiva. Porém, hoje, dia 20 de abril de 2011, eu recebi um novo e-mail da senhorita Ana Carolina Silva, com exatamente os mesmos dizeres que o primeiro, informando que não concluí os procedimentos promocionais em sua totalidade. Ocorre, senhorita Ana Carolina, que eu tenho provas de que realizei as compras via Dotz, pois o próprio site da Loja Saraiva me forneceu na conclusão das compras comprovantes de que elas foram realizadas dentro do programa. Contra isso, não há questionamentos. E como eu já tentei resolver isso apenas entre nós, mas sem sucesso, resolvi tornar a situação pública, divulgando-a aqui em meu blog e no meu Twitter.

Não se trata do valor, afinal, 1.200 Dotz devem valer aproximadamente R$ 12,00 pelos cálculos que já fiz comparando o preço dos produtos nas lojas com o valor de pontos necessários para troca (um DVD de R$ 25,00 é trocado por aproximadamente 2.500 dotz). Trata-se de respeito com o cliente, que adere ao programa e se compromete em ser fiel às lojas que oferecem vantagens nesse programa. Espero que isso sirva de lição, não apenas para as empresas envolvidas, mas também para aquelas pessoas que se sentem lesadas, em qualquer situação, e deveriam buscar pelos seus direitos de consumidor.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #65

O Brasil sempre foi um país que exportou música de qualidade quando se trata de Heavy Metal. Sepultura e Sarcófago abriram as portas nos anos 80, nos anos 90 vieram outros nomes como Angra e Dr. Sin, e assim vieram muitas outras, como Shaman, Hangar, André Matos (solo) e por aí vai.

Um nome mais recente nesse meio é o do Hibria, banda de origem no Rio Grande do Sul, atualmente com 3 discos de estúdio (Defying the Rules de 2005, The Skull Collectors de 2008 e Blind Ride, recém-lançado) e muitos fãs pelo mundo todo, principalmente no Japão. Isso deu a chance a esse quinteto de abrir shows para grandes nomes como Megadeth e o príncipe das trevas Ozzy Osbourne em sua turnê brasileira nas últimas semanas.

Tudo bem que muitos fãs de Heavy Metal costumam não dar muita idéias para bandas de abertura, mas, como conheço o Hibria desde seu primeiro disco, posso dizer que é uma banda que vale à pena prestar atenção ao invés de ficar tomando uma cerveja no bar enquanto a banda principal não entra no palco.

PS.: preciso ter uma camiseta "Metal Maniac Inside" dessas.

Bookmark e Compartilhe

Um Super Nintendo portátil



Já pensou poder jogar Super Mario World, Rock'n Roll Racing, Top Gear, Chrono Trigger e outros grandes clássicos do nosso querido SNES em qualquer lugar? A empresa Hyperkin está próxima de tornar esse sonho em uma realidade.

O produto ainda é um protótipo e não tem data de lançamento, mas já estão prometidos itens como tela de LCD com 3,5 polegadas, entrada para 2 joysticks externos, bateria recarregável, saída de vídeo e áudio stéreo para ligar na TV, e claro, a entrada para cartuchos. PSP é o caramba! [Geeky Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #64

O Grave Digger é uma das bandas de Heavy Metal tradicional mais respeitadas da atualidade. Original da Alemanha, participou do chamado FWOGHM (First Wave of German Heavy Metal), movimento do Metal alemão, junto com nomes como Helloween e Running Wild.

Todos os elementos marcantes estão no Grave Digger: vocal rasgado, riffs ágeis e pesados e refrões melódicos e poderosos. Isso fez com que a banda rapidamente se difundisse por toda a Europa. Uma curiosidade sobre a banda é que o tecladista Hans Peter "H.P." Katzenburg em todos os shows se veste como o mascote da banda, que está presente nas capas dos discos, usando um capuz negro remetendo à figura da Morte.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #63

Existem hoje dezenas de variações do Heavy Metal: Thrash Metal, Power Metal, Death Metal, Speed Metal - os mais conhecidos - e alguns menos populares entre os leitos no assunto, mas muito admirados pela galera que gosta e acompanha, como Folk Metal, Viking Metal, Pirate Metal. Pirate Metal? Como assim? Heavy Metal inspirado nos sete mares, navios, corsários, canhões, batalhas em alto mar e por aí vai.

Esse é o estilo do Running Wild, banda oriunda da Alemanha e liderada por "Rock 'n'" Rolf Kasparek. Como a banda existe desde 1976, já passou por várias fases e formações, mas sempre com Rolf sendo o "capitão". Para quem ainda não conhece, essa é uma boa oportunidade de conhecer uma banda muito respeitada em todo o mundo, e que sempre agita a galera em seus shows.

Bookmark e Compartilhe

Aprenda com o conhecimento milenar de Joãozinho

Joãozinho vai ao zoológico com a família. Lá, ao visitarem a jaula dos elefantes, presenciam o casal de paquidermes em uma bela relação íntima. Joãozinho se desespera:

- Hahaha! Olha! O casal de elefantes está transando! Estão transando! Estão transando!

Sua mãe então lhe chama a atenção e tenta conter tanto barulho do filho:

- Cala a boca, menino! Pára de gritar isso! Eles não estão transando. O elefante macho está doente e a fêmea está ajudando, carregando-o para a cama para que possa descansar.

Rapidamente, Joãozinho completa:

- Hmmm... então tá! Bem que a minha avó sempre falou que quem sempre quer ajudar aos outros só leva ferro!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #62

O jovem e talentoso Tobias Sammet vive dando as suas caras por aqui: já teve a sua sexta de rock com o Edguy, fazendo uma participação especial com o Saxon e agora e a vez de seu projeto de Metal Opera, Avantasia, que é conhecido por sempre trazer grandes nomes do Rock e do Metal reunidos fazendo músicas épicas e incríveis.


No Sexta é dia de Rock de hoje, o Avantasia detona com a música Dying for an Angel, que tem a ilustre participação de Klaus Meine, que, para quem não sabe, é o mundialmente famoso vocalista da banda alemã Scorpions.

Se você ainda não conhece o ótimo trabalho de Sammet, um dos músicos mais competentes da atualidade no meio do Heavy Metal, não perca tempo e procure por qualquer coisa do Avantasia e do Edguy. Garanto que você não se arrependerá.

Bookmark e Compartilhe

Abridor de garrafas perfeito para colecionadores de tampinhas


Gosta de colecionar tampinhas de garrafas? Esse abridor é perfeito para te ajudar em seu hobbie: após abrir a garrafa, a tampa é automaticamente jogada para dentro do recipiente translúcido que as armazena. Pena que a minha coleção é de latas de cerveja e não de tampinhas... [Geeky Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #61

Um dos guitarristas mais criativos, técnicos e influentes do mundo não poderia deixar de um dia dar o ar de suas 6 cordas no Sexta é dia de Rock. Claro que estamos falando de Joe Satriani, aquele que foi o tutor de outros grandes nomes como Kirk Hammett e Steve Vai, e mais uma enorme galera a quem ele inspira no mundo todo.

Amante de ficção científica e quadrinhos (vide Surfing With the Alien), Satriani pode ser considerado um bom nerd. Afinal, para desenvolver tantas técnicas como ele, só mesmo se dedicando bastante ao estudo em cima da guitarra!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #60

Normalmente as pessoas conhecem Dave Grohl pelo seu trabalho como baterista do Nirvana ou como guitarrista, vocalista e líder do Foo Fighters. Por esse motivo, torcem o nariz pro cara, pois imaginam que ele só sabe fazer Rock Alternativo, para torcar nas rádios.

Mas poucos sabem que Dave na verdade é um verdadeiro Headbanger e um músico muito talentoso: em 2003, ele conseguiu reunir grandes nomes do Heavy Metal mundial dos anos 80 e fazer um projeto chamado Probot, contando com personalidades como King Diamond (Mercyful Fate, King Diamond), Cronos (Venom) Max Cavalera (Sepultura, Soufly, Cavalera Conspirancy) e Lemmy Kilmister (Motörhead). Além de ter conseguido recrutar essa turma de peso, ele ainda compôs todas as músicas. E são só músicas de qualidade no CD, lançado em 2003, e que contava com 11 faixas.

A música do Probot que ilustra o Sexta é Dia de Rock dessa semana é Shake Your Blood, clip que, além de contar com a participação de Lemmy, trás um monte de gatas se pegando. Para agradar a todos os marmanjos!

Bookmark e Compartilhe

Publicitários que fazem publicidade para si mesmos

Certamente, você já deve ter visto o comercial de lançamento do Fiat Bravo no Brasil, claramente inspirado em jogos musicais, como Guitar Hero e Rock Band. Caso não conheça o referido comercial, ou conheça e queira vê-lo novamente, segue abaixo o vídeo no Youtube


Antes de qualquer coisa, gostaria de deixar bem claro que não tenho nada a ver com a área de publicidade, afinal não sou publicitário, não trabalho e nem quero trabalhar nessa área, e minha intenção aqui é apenas a de expor a impressão que tive assistindo a esse comercial.

Sempre que vejo o comercial em questão, penso comigo mesmo: será que a equipe de publicidade que fez essa propaganda imagina que todo mundo que assiste TV conhece esses jogos? Eu imagino que não. Afinal, tenho um exemplo bem próximo de mim: meu pai nunca jogou e nem nunca viu alguém jogar Rock Band, Guitar Hero, DJ Hero ou algo parecido. Fico pensando o que deve se passar na cabeça dele quando assiste a esses carros de cores diversas passando e brilhando. Mal deve entender que o brilho ocorre quando uma nota é tocada no instrumento, no caso um violoncelo.

A conclusão a que chego é a de que, como a publicidade é uma área nova, que emprega muitos publicitários jovens, essas pessoas acabam fazendo comerciais baseados naquilo que eles vivem: videogames, séries, quadrinhos, Iphones, Ipads, e demais coisas que fazem parte desse mundo admirado por eles. Pessoas que vivem mundos diferentes, como é o caso do meu pai, um senhor de quase 60 anos de idade, conhece pouco de tecnologia, de novas tendências e não faz a mínima idéia do que diabos está se passando nesse comercial do Fiat Bravo, simplesmente não devem existir para esses publicitários.

Pode ser que o Fiat Bravo seja um automóvel focado num público mais jovem e moderno, e por isso o comercial tenha sido feito direcionado exclusivamente nesse público. Mas será que é interessante excluir o público não-alvo logo assim no comercial de lançamento? Não sei a resposta, afinal, não sou publicitário, como já disse.

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #59

O Sexta é dia de Rock dessa semana vai agradar à galera do Rock Progressivo! E já que é véspera de carnaval (blerg!), a música que ilustra essa edição é Chameleon Carneval, da banda de Prog Metal sueca Andromeda. Poderia ser Carnnival of Souls do Kiss, mas preferi deixar fantasias e maquiagens apenas para a Avenida do Sapucaí e outros sambódromos afins.

Para quem, como eu, quer distância de axé e samba, um bom Carnametal! Regado a Rock'n Roll de qualidade!

Bookmark e Compartilhe

Mattel lança miniaturas da van clássica de Esquadrão Classe A



Assim com a de muitos, minha infância foi marcada por diversas séries que passavam nos anos 80, como Duro na Queda, Profissão: Perigo (Magaiver), Trovão Azul e Esquadrão Classe A. Me lembro de que a Glasslite sempre lançava seus brinquedos inspirados nesses programas de TV, e a criançada adorava.

Agora, a Mattel está lançando duas versões da van clássica do seriado Esquadrão Classe A, em escalas de 1:18 e 1:43. A primeira sai a 115 dólares, enquanto a segunda a 40. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #58

O Brasil sempre foi referência mundial no Heavy Metal. Começou com o Sepultura, então vieram outras como o Sarcófago e Overdose, isso nos anos 80, e então nos anos 90 foi a vez de uma nova onda, com bandas mais melódicas e performistas, como o Angra, Dr. Sin e Viper. Isso abriu caminho para muitas outras bandas e músicos no século XXI, como é o caso do Edu Falaschi.

Esse grande vocalista, dono de uma voz poderosa, começou no Symbols junto com o seu irmão Tito Falaschi em 97. Ainda nos anos 90, participou do teste de seleção para substituição de Bruce Dickinson, e assim como André Matos, foi bastante cotado para o cargo. Mas aqui entre nós, melhor termos esses 2 grandes músicos nacionais fazendo o seu trabalho de muita qualidade aqui pertinho de nós do que vê-los passando por um vexame como o que Braze Bayley passou na donzela.

Bookmark e Compartilhe

Poltrona para jogos de corrida do Mini Cooper


Eu gosto tanto de simuladores de corrida que eu até investiria em uma poltrona como essa, pelo nível de detalhes e perfeição dela. Só que eu sou um homem casado e minhas prioridades hoje estão concentradas na manutenção do teto que abriga a família...

Inspirada nos famosos Mini Cooper, a poltrona inclui pedais, volante, bancos de couro com vibração luzes e potentes caixas de som, além de um encaixe para Xbox 360. Pena que custa mais de 12 mil dólares, senão eu estaria arrumando um cantinho da minha sala para acomodar uma. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #57

Quando alguém imagina o conhecido estereótipo do metaleiro cabeludo, musculoso, usando roupas e botas de couto, tarraxas e fazendo poses e biquinho com a boca, com certeza está se baseando no Manowar.

Com seu estilão que muitos amam e muitos outros odeiam, temos que aceitar esse quarteto americano inspirou muita gente em seus 30 anos de estrada. Afinal, visual à parte, musicalmente o Manowar é muito competente no que faz, com um Heavy Metal pesado e consistente, com músicas que vão desde o mais clássico dos estilos de Heavy Metal aos mais modernos. Por isso não podemos questionar o quanto a banda é importante.

Uma questão interessante sobre o Manowar é que essa banda atualmente está no Guiness Book como a banda que toca mais alto no mundo. Mas com aquele paredão de Marshalls no palco, não tinha como ser diferente... Other bands plays, Manowar kills!

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #56

Sabe aquelas bandas tipicamente americanas, que costumam compor trilhas sonoras de filmes de adolescentes idiotas americanos como Bill & Ted e Wayne's World, nos fazem lembrar daquelas ruas planas com casas sem muro com um senhor fazendo churrasco de hamburguer no quintal enquanto as crianças andam de bicicleta? Pois essa é exatamente a visão que tenho sempre que ouço Ugly Kid Joe: a de uma banda que faz música sobre o american way of life.

O som dessa turma da Califórnia é um Hard Rock, às vezes beirando ao Heavy Metal, de muita qualidade. Conheci e me encantei pelo estilo deles quando, em 1994, ouvi o fantástico cover de N.I.B. do Black Sabbath que eles fizeram para o tributo Nativity in Black (que por sinal é o melhor disco de tributo a uma banda de todos os tempos).

Mas não é apenas esse cover que se destaca nessa banda. Músicas como Cats in the Cradle, Busy Bee e Everything About You também fazem dessa banda uma ótima opção para se ouvir num dia afim de algo mais relaxante.

E já que falei sobre o american way of life, a música selecionada para essa sexta-feira é Neighbor, que ilusta muito bem o que estou falando.

Bookmark e Compartilhe

Wilsoooooon!


Será que Hans Donner andou trocando umas idéias com Tom Hanks para ter idéias para o figurino da Mulata Globeleza 2011? Ou será que foi a Wilson Sports que resolveu patrociná-la?

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #55

André Matos é atualmente um dos músicos de Heavy Metal mais importantes do Brasil e do mundo. Já passou por bandas de nome aqui no Brasil, como Viper, Angra e Shaman, e em projetos internacionais, como Aina e o Avantasia de Tobias Sammet (Edguy) e Virgo.

Atualmente, André tem sua banda solo, que leva seu nome e vem acompanhado de seus companheiros no Shaman, os irmãos Luís e Hugo Mariutti. Já lançou 2 discos com esse nome, Time to be Free (2007) e Mentalize (2009).

A música desse clipe é  Separate Ways, faixa bônus lançada na versão japonesa do disco Time to be Free, e que é um cover da banda americana Journey.

Bookmark e Compartilhe

Que tal uma réplica da espada de Cloud?

Quem já jogou Final Fantasy VII certamente já se enlouqueceu com as estilosas espadas de Cloud, conhecidas como Buster Swords.

Mas esses caras não se contentaram em apenas apreciar o nosso herói destroçando inimigos com sua enorme e letal arma, e resolveram fabricar uma réplica dela. O problema é que nem todos têm a mesma perícia que Cloud no manuseio do instrumento. [Nerd Approved]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #54

Desde que deixou o Helloween, o que Michael Kiske mais fez na sua vida foi participar de incontáveis projetos, sejam eles de Heavy Metal ou não. Muita gente, inclusive os fãs, critica que ele só quer saber do dinheiro e que não está nem aí para o que está cantando. Mas a verdade é que Kiske tem uma das vozes mais bonitas que já passaram pelo mundo do rock pesado e sempre fez ótimos trabalhos como no Avantasia, no Aina e seja onde quer que ele tenha deixado o seu rastro.

No Sexta é dia de Rock dessa semana, Michael detona em seu mais recente projeto, onde canta junto da bela Amanda Somerville. A pegada é bastante Power Metal, agradando aos fãs (e viúvas) de sua passagem pela turma das abóboras alemãs. E a Amanda também detona!

Bookmark e Compartilhe

Porta-livros para gamers nostálgicos



Lembra quando você jogava o famoso "Polícia e Ladrão", ou melhor Keystorne Kapers, no seu Atari? Nostálgico, né? Pois esses porta-livros vão te levar diretamente para as lembranças pixeladas da sua infância, onde um Atari e uma TV eram as melhores babás eletrônicas do mercado. [Nerd Approved Gadgets]

Bookmark e Compartilhe

Sexta é dia de Rock #53

Desde que ganhei de natal o DVD The Big Four de minha esposa, tenho ouvido Slayer como nunca. Não que eu não ouvisse antes, mas ver Kerry King, Tom Arraya e turma detonando no palco com a galera enlouquecendo lá embaixo é realmente motivador. Por isso, o Slayer, uma das bandas mais influentes do metal extremo de todos os tempos, é quem ilustra o Sexta é dia de Rock dessa semana, com o sonoro refrão "God hates us all".

Bookmark e Compartilhe
Related Posts with Thumbnails
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
"Este site pode utilizar cookies e/ou web beacons quando um usuário tem acesso às páginas. Os cookies que podem ser utilizados associam-se (se for o caso) unicamente com o navegador de um determinado computador.
Os cookies que são utilizados neste site podem ser instalados pelo mesmo, os quais são originados dos distintos servidores operados por este, ou a partir dos servidores de terceiros que prestam serviços e instalam cookies e/ou web beacons (por exemplo, os cookies que são empregados para prover serviços de publicidade ou certos conteúdos através dos quais o usuário visualiza a publicidade ou conteúdos em tempo pré determinados). O usuário poderá pesquisar o disco rígido de seu computador conforme instruções do próprio navegador.
Usuário tem a possibilidade de configurar seu navegador para ser avisado, na tela do computador, sobre a recepção dos cookies e para impedir a sua instalação no disco rígido. As informações pertinentes a esta configuração estão disponíveis em instruções e manuais do próprio navegador"

Voadora na Jugular - Nenhum direito reservado

Copyright 2010 - Voadora na Jugular - Surpreendente e Mortal - Tecnologia, Games, Internet, Humor. Powered by Blogger.
Free Blogger template by Freebtemplates.net. Original Design by Site5.